X
Menu
X

Botânica Médica, Fitoterapia, Farmacologia e Análise Fitoterápica

Apresentação

No decorrer das suas actividades quotidianas, os profissionais de saúde são constantemente confrontados com o complexo universo dos fármacos, que é cada vez maior, dinâmico e regulamentado. A cada dia que passa, a indústria lança para o mercado moléculas que oferecem novas e complementares soluções terápicas, ao mesmo tempo que também fornece um vasto leque de informações sobre as mesmas para consulta pelos Profissionais de Saúde que, crescentemente, têm menos tempo para as aprofundar. Paralelamente, o conhecimento sobre o valor terapêutico das plantas tem seguido a evolução do homem ao longo dos tempos. Atualmente, os pilares da Fitoterapia são baseados na qualidade, eficácia e segurança dos Fitoterápicos. Os compostos activos podem ser naturais (de origem Mineral, Vegetal, Animal) ou sintéticos (frequentemente, semi-sintéticos). Nem todos os fármacos são medicamentos, isto é, somente alguns fármacos são utilizados em terapêutica.

A investigação deste grupo interessa-se, especialmente, por aqueles que são úteis na prevenção, diagnóstico ou tratamento de doenças. Fármacos há que, sem serem medicamentos, possuem grande interesse prático, quer porque são imprescindíveis instrumentos de investigação, quer porque podem apresentar graus de toxicidade variáveis para o organismo humano.

O presente grupo de trabalho visa iniciar, de forma pioneira, a investigação sobre o estudo das origens, aplicações terapêuticas e possíveis usos farmacológicos de fitoterápicos, bem como o incentivo a uma focada ênfase na análise química de substâncias derivadas do mundo vegetal; enquadrada no contexto da Medicina Natural e, como tal, atendendo às expectativas e necessidades de todos os profissionais de saúde.

Trabalho em Progresso
  • Os Alcalóides da Vinca e a sua Crescente Importância na Terapia do Carcinoma
Trabalho Publicado:
  • Possíveis Aplicações Terapêuticas Futuras de Canabinóides